Segundo a crença que regia o Antigo Egito, após o falecimento, o coração do indivíduo era colocado por Anubis, deus dos mortos, em um dos uma balança que continha uma pena da deusa Matt, deusa da verdade, da justiça, da retidão e da ordem, responsável pela manutenção da ordem cósmica, no outro prato.

Para que fosse merecedor do Paraíso, a balança deveria estar em equilíbrio, ou seja, seu coração deveria estar tão leve como uma pena. Quando pensamos nisso do ponto de vista físico, material, soa impossível.

Mas, quem de nós nunca sentiu nesta vida, pelo menos por um minuto, o coração leve como uma pena? Essa sensação de leveza, de consciência tranquila, a certeza de ter feito algo bom, justo, ou certo, ou chega para nós como uma bênção, uma pequena amostra do Paraíso na Terra, independente de credo ou religião.

O caminho do equilíbrio

Sobre esses pequenos momentos, ou pequenas bênçãos, o que precisamos dizer, primeiramente, é que eles são tão preciosos que não podem ser comprados. Dizem que tempo é dinheiro, mas, neste caso, tempo funciona e dinheiro não. Você precisa de tempo para perceber estes momentos e aproveita-los ao máximo. Precisa de tempo para segui-los como quem segue as placas em uma rodovia, pois eles mostram que você está no caminho certo.

Os problemas da vida em tempo real no mundo online

Hoje em dia vivemos em um mundo instantâneo e fugaz. Passamos quase todas as horas em que estamos acordados atendendo a demandas que chegam por internet – whats app e outras redes sociais, como escravos do tempo presente, onde tudo é urgente, o passado não interessa e o futuro é uma incógnita. Quando vamos dormir, já exaustos, a sensação é de não ter feito nada produtivo que contribua para a nossa felicidade e realização pessoal.

Por este motivo, pela falta de equilíbrio e até de conexão entre o que estamos vivendo e o que realmente anseiam nossas almas e corações é que vemos crescerem as taxas de suicídio, abuso de drogas, depressão e outras fugas da realidade em todo o mundo.

Como inverter essa balança?

Quando nosso coração pesa com a falta de significado na vida, é hora de parar. É hora de arranjar tempo para descobrir o que te faz feliz, qual é seu propósito de vida e seguir as pequenas placas no trânsito do dia a dia que indicam o caminho da plenitude e da leveza do coração e da alma.

Mas é difícil sair da zona de conforto, ou melhor, da zona de desconforto. Porque já estamos viciados em dormir olhando as redes sociais no celular, acordar fazendo a mesma coisa. A estar sempre online e cada vez mais alheios ao mundo real e a nós mesmos.

Estamos como presos o gado naqueles moinhos antigos. Andando em círculos e dentro de uma fenda no chão, cavada por nós mesmos, alimentando o sistema sem conseguir sair dali. Parece dramático e é. Para mudar é necessária muita força de vontade, disciplina, um susto, ou ajuda externa.

Como o coaching pode ajudar

O coaching é um processo que compreende cerca de 10 sessões nas quais o coach conduz o cliente (coachee) a um mergulho em si mesmo para, por meio do autoconhecimento, identificar seus valores, anseios, propósitos e a planejar formas de prioriza-los na vida. O produto é um planejamento estratégico pessoal com metas, gerenciamento de tempo, recursos, acompanhamento e monitoramento de resultados.

Conheça nosso site www.moomconsultoria.com e siga nossas páginas para receber dicas simples de motivação e transformações extraordinárias.

http://moomconsultoria.com/blog/
https://www.facebook.com/moomconsultoria/
https://www.instagram.com/moomconsultoria/
https://www.linkedin.com/company/moomconsulotoria/


Fale conosco!

Você pode buscar mais informações no nosso outro artigo “O que é coaching, afinal?”.

FACEBOOK
LinkedIn
Instagram